Filho de deputado está entre estagiários que ganhariam R$ 2,8 mil na Alerj

Decisão sobre o aumento, porém, foi adiada pela Casa

Por O Dia

Rio - O presidente da Assembleia da Legislativa decidiu ontem suspender o aumento de 93% dos estagiários de nível superior da Casa, que receberiam R$ 2,8 mil para trabalhar quatro horas diárias. O aumento dos 15 estagiários de nível médio de R$ 990 para R$1,9 mil também foi congelado até terça-feira quando uma nova regra será definida.

Entre os 229 estagiários de nível superior que tiveram os nomes publicados ontem no Diário Oficial, está o filho mais novo do deputado Marcos Abrahão (PT do B), Luis Henrique Mendonça Valente Abrahão. A sobrinha do ex-deputado Marco Figueiredo, Ariella Dorville, também aparece como estagiária, contratada ainda quando seu tio era parlamentar da Alerj.

Deputado Marcos Abrahão (PT do B)%3A seu filho%2C Luis Henrique%2C está na lista dos estagiários da AlerjDivulgação

Luis Henrique Abrahão, segundo o relatório, está lotado no setor da Coordenadoria de Bens Patrimoniais desde 20 de maio de 2013 e cursa administração. Já Ariella foi contratada no dia 22 de agosto de 2013 para o departamento de Assistência Médica e cursa medicina. Os políticos não foram encontrados para comentar as nomeações, mas a assessoria de imprensa de Marcos Abrahão argumentou que não há nenhum requisito para trabalhar como estagiário na Alerj que impeça o estudante de ser parente de deputado.

Para ser estagiário da Alerj não precisa fazer concurso público e as vagas que abrem não são divulgadas pelo órgão. Por conta disso, a propaganda fica mais no “boca-a-boca”, sendo privilegiadas muitas indicações dos próprios deputados. Até ontem, a lista com os nomes dos estagiários nunca havia sido divulgada para a população. Por conta da má repercussão do aumento entre a população, o presidente da Alerj revolveu publicá-la e admitiu que a falta de transparência foi um erro.

Além disso, a presidência da Casa também comunicou que o critério de reajuste dos estagiários- três salários mínimos para nível superior e dois para nível médio- está cancelado. Com isso, eles voltam a receber R$ 1.480 e R$ 990.

Estudante de Ciência Política estagia no Departamento Médico

Levantamento feito pelo DIA, com base na lista de estagiários divulgada no Diário Oficial constatou que o departamento que mais tem estudantes é o de Assistência Médica, com 36 estagiários, cerca de 14% do total da Casa. A Procuradoria-Geral vem logo depois, com 27 estudantes (11). A subdiretoria-geral de Engenharia e Arquitetura ocupa o terceiro lugar, com 14 estagiários (6%) e a Comunicação Social o quarto, com 12 (5%).

A coordenadoria de Odontologia tem 10 estagiários. Entre as comissões, a de Defesa do Consumidor tem seis, a de Licitações, cinco, Defesa dos Direitos Humanos três e Educação, Cultura e Desporto dois. A maioria de estagiários cursa Direito ( 79) e Comunicação (28).

Entre as nomeações, algumas chamam atenção. Há um estagiário que cursa Ciência Política e está no Departamento de Assistência Médica. Outro que estuda Engenharia de Produção e trabalha na de Licitações. Além de estudantes de, Comunicação Social e de Relações Internacionais na Superintendência Militar.

Últimas de Rio De Janeiro