Homem é preso e confessa homicídio em Barra Mansa

Wallace foi preso em sua casa pela PM após realizar sequestro-relâmpago

Por O Dia

Rio - Wallace de Moura Carmo, de 24 anos, foi preso neste último domingo por policiais do 28º BPM (Volta Redonda). O criminoso foi localizado após realizar um sequestro-relâmpago em Barra Mansa, no Sul Fluminse. Segundo a PM, ele foi localizado, após a vítima — liberada — o denunciar. Wallace era, segundo a polícia, o principal suspeito de matar Gerônimo Henriques de Lima Neto, de 53 anos, irmão da ex-vereadora e ex-vice-prefeita de Barra Mansa, Ruth Coutinho. Ao chegar a delegacia, Wallace confessou o crime de homicídio contra Gerônimo.

Segundo o Capitão Federizzi, do 28º BPM (Volta Redonda) o criminoso foi preso na manhã deste domingo, em sua casa, no bairro Vista Alegre. Wallace teria invadido, por volta das 5 horas da madrugada, a casa do motorista particular, José Augusto Pernambuco, de 62 anos, no Centro da cidade, e rendido toda a família. Em seguida, Wallace teria fugido no carro de José, levando a vítima.

Wallace foi preso em flagrante pelo crime de roubo e extorsãoFelipe Rodrigues / Divulgação

O motorista foi deixado no próprio veículo, próximo a casa dele, e seguiu para a delegacia onde pediu ajuda. PMs foram então até o imóvel do acusado, onde foi preso. Foram encontrados os objetos furtados do motorista.

De acordo a Polícia Civil, Wallace Moura Carmo foi preso em flagrante pelo crime de roubo e extorsão em virtude do sequestro-relâmpago. A confissão ainda não havia sido registrada.

O crime de roubo e extorsão foi registrado na 90ª DP (Barra Mansa).

Homicídio

Foi encontrado morto na manhã do dia 2 de janeiro deste ano, em sua casa,no bairro Estamparia, o irmão da ex-vice-prefeita de Barra Mansa, Gerônimo Henriques de Lima Neto, o Gerônimo. De acordo com informações da polícia, a vítima, que sofria de problemas psiquiátricos, já foi encontrada sem vida, amordaçado, com as mãos amarradas para trás e apresentava cortes na região do pescoço.

Reportagem de Vinícius Amparo

Últimas de Rio De Janeiro