Professores e pais de alunos protestam na orla de Copacabana

Aulas estão suspensas nesta segunda-feira na UFRJ

Por O Dia

Rio - Professores, pais de alunos, diretores e responsáveis pelo Cap Uerj caminham pela orla de Copacabana, na Zona Sul, na manhã deste domingo. Eles reclamam da falta de verba na universidade e também de professores. Segundo eles, o concurso público para professor foi aberto, mas por causa de medidas burocráticas os selecionados não são chamados. O grupo foi apoiado por profissionais do Cap UFRJ, do Pedro II, entre outros, que contam que passam pelos mesmos problemas.

A situação na Uerj é bastante precária, segundo os professores. Eles afirmam terem juntado dinheiro para comprarem cestas básicas para funcionários da limpeza que estão sem receber.

Neta segunda-feira, as aulas estão suspensas na maior universidade federal do país, a UFRJ vai paralisar suas atividades na segunda-feira para que a situação dos terceirizados que estão sem pagamento seja regularizada.

Saiba mais: UFRJ vai suspender aulas a partir de segunda-feira

O reitor Carlos Levi cedeu ao pedido do movimento estudantil de suspender as aulas em todas as unidades até que o problema dos atrasos nos salários seja resolvido. A decisão foi tomada nesta sexta-feira à noite, depois de uma reunião entre o reitor, decanos da instituição e estudantes, que ocupam o prédio da reitoria desde a última quarta.

Últimas de Rio De Janeiro