Comunidades da Zona Norte são alvos de várias operações policiais

Regiões de Costa Barros, Vila Isabel, Madureira e Ilha do Governador estão ocupadas pelas polícias Civil e Milita

Por O Dia

Rio - Comunidades de diversas regiões da Zona Norte estão sendo alvos na manhã desta terça-feira de operações das polícias Civil e Militar. Os agentes realizam ações no Morro do Dendê (Ilha do Governador), Macacos (Vila Isabel), Serrinha (Madureira) e Complexo da Pedreira (Costa Barros).

No Dendê, agentes da Corregedoria Interna da Polícia Civil (Coinpol) e de várias delegacias, fazem a operação para cumprir mandados de busca e apreensão de máquinas de caça-niqueis. A ação conta com o apoio de dois helicópteros. Segundo informações não confirmadas, um homem de aproximadamente 24 anos teria morrido vítima de bala perdida. A Polícia Civil ainda não se pronunciou sobre esse fato.

Já no Morro dos Macacos, policiais da 20ªDP (Vila Isabel), com apoio dos PMs da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) local, prenderam sete suspeitos de envolvimento com o tráfico na Operação Pantanal. Além disso, outros nove mandados de prisão foram cumpridos contra criminosos que já se encontram no sistema penitenciário.

Na Serrinha, em Madureira, policiais do 9ºBPM (Rocha Miranda) estão desde as primeiras horas do dia fazendo uma operação para coibir o tráfico na comunidade. Através das redes sociais, moradores relataram uma intensa troca de tiros. Não há informações de feridos ou de suspeitos presos. Na segunda-feira, o Batalhão de Operações Especiais (Bope) já tinha feito uma operação na região, apreendendo seis tabletes de maconha.

Policiais do 41ºBPM (Irajá), com o apoio de batalhões do 2º e 3º Comando de Policiamento de Área (CPA), fazem operação no Complexo da Pedreira. O objetivo é tentar prender o traficante Celso Pinheiro Pimenta, o Playboy. Ainda não há registro de prisões ou apreensões.

Escolas fechadas por conta de confrontos

Por conta das operações policiais, duas unidades da rede municipal de ensino não estão funcionando nesta terça. Segundo a Secretaria Municipal de Educação, uma creche está sem atendimento na comunidade da Serrinha e uma escola no Complexo da Pedreira. Com isso, 804 alunos estão sem aulas. Já a Secretaria de Estado de Educação informou que todas as suas unidades estão funcionando normalmente.

Últimas de Rio De Janeiro