Parque Madureira ganhará piso especial para deficientes

Trajeto de 2,8 mil metros será liso para cadeirantes e terá sinalização para cegos

Por O Dia

Rio - No caminho do Parque Madureira, o limite era o chão. Cadeirantes e deficientes visuais tinham no piso de blocos quadriculados de cimento um obstáculo que os impedia de ter livre circulação no local. A novidade é que a expansão da área verde, prevista para ser concluída no próximo semestre, foi construída com um caminho com sinalização especial, que permite acessibilidade no maior espaço de lazer da Zona Norte.

São 2.800 metros de trajeto com piso liso, destinado a quem usa cadeira de rodas, e piso tátil — com relevos que permitem que deficientes visuais façam a orientação para seguir suas rotas de passeio. “Foi um adaptação feita a partir de uma sugestão da Georgette ( Vidor, secretária municipal da Pessoa com Deficiência do Rio ) e que atende uma demanda real e necessária. Ela fez questão de vir ao parque e testar a pista ”, explicou o secretário municipal de Obras, Alexandre Pinto, que afirmou ainda que a mudança em nada alterou o valor da obra, que é de R$ 270 milhões. Na primeira parte do parque, a acessibilidade acontece por meio de rampas.

Retoques foram concluídos ontem em anéis olímpicos que vieram de Londres e estão no Parque MadureiraBruno de Lima / Agência O Dia

A parte de ampliação do espaço verde vai ter um outro equipamento voltado para acessibilidade: o chamado Baixo Bebê, onde crianças vão pode ficar com seus pais. No local, serão colocados brinquedos que foram comprados na Dinamarca e que são adaptados para os pequenos que têm necessidades especiais.

Ainda na nova área uma outra aposta, só que agora para os adultos: serão os quiosques que terão no meio um palco de shows. “Também foi um pedido dos frequentadores do parque, além de um terminal de ônibus para 17 linhas alimentadoras do Transcarioca. “Os frequentadores queriam um espaço para happy hour. Tivemos essa ideia de colocar quiosques germinados com o palco para as apresentações”, afirmou o secretário.

Mas o que tem mais chamado atenção, atualmente, no parque são os anéis olímpicos que vieram de Londres, na Inglaterra. A megaestrutura pesa quatro toneladas, tem 25 metros de comprimento e 12 de altura e, por causa disso, chegou de navio.

Jogos de Londres, os aros decoraram a ponte Tyne, de Newcastle. O símbolo representa a união dos cinco continentes e foi doado pelo Reino Unido. O prefeito Eduardo Paes vai hoje inaugurar os aros ao lado do do presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman.

O parque de Madureira será um dos três espaços organizados pela prefeitura para o público acompanhar gratuitamente as competições dos Jogos em telão. Os outros dois ‘live sites’ serão na Frente Marítima, na região do Porto Maravilha, e no Centro Esportivo Miécimo da Silva, em Campo Grande.

Últimas de Rio De Janeiro