Dupla presa por assaltos na Zona Sul revendia celulares no Jacarezinho

Eles mantinham uma loja na comunidade onde aparelhos roubados no Flamengo e em Botafogo eram revendidos

Por O Dia

Rio - A dupla presa na madrugada desta sexta-feira na Favela do Jacarezinho, na Zona Norte, acusada de assaltos a moradores do Flamengo e de Botafogo, na Zona Sul, mantinham uma loja box dentro da comunidade onde revendiam os celulares roubados das vítimas. 

Segundo a delegada Barbara Lomba, da 10ª DP (Botafogo), os dois fizeram pelo menos 40 vítimas nos bairros e todas que estiveram na delegacia os reconheceram como os autos dos roubos. O principal produto de roubo da dupla eram os aparelhos celulares caros.

"Eles atuavam desde dezembro na região e temos pelo menos 11 registros, as vezes com várias vítimas na mesma ocorrência. De dezembro para cá, eles fizeram entre 30 a 40 vítimas. Eles gostam de realizar os roubos em ruas pequenas e escuras, sempre após às 20 horas. Eles circulavam um em cada moto, enquanto um abordava com a arma o outro ficava na contenção", disse.

Durante a prisão dos dois, Willian Augusto Nogueira resistiu à prisão e entrou em luta corporal com um agente da 10ª DP. A operação para prendê-los também contou com o apoio de policiais da UPP Jacarezinho. Somadas todas as penas, eles podem pegar até 80 anos de prisão. Uma das motos usadas nos crimes foi apreendida.

Anderson tem passagem por tentativa de homicídio contra policiais em 2008. De acordo com a delegada, eles são frios e violentos e, que em caso de reação das vítimas, poderiam atirar. Ela falou que há mais dois integrantes da quadrilha foragidos.

Últimas de Rio De Janeiro