Conselheiro do TCE morre em casa

Seu corpo tinha marca de tiro e uma arma foi encontrada, mas circunstâncias da morte ainda são desconhecidas

Por O Dia

Rio - O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Rio (TCE-RJ), Julio Lambertson Rabello, foi encontrado morto na madrugada desta segunda-feira dentro de casa, no Cosme Velho, Zona Sul do Rio.

Seu corpo tinha marca de tiro, mas as circunstâncias da morte ainda são desconhecidas. Segundo a 10ª DP (Botafogo), o caso será enviado para a 9ª DP (Catete), área onde ocorreu o fato, e as investigações estão em andamento. Será pedido um exame residuográfico da arma encontrada na residência e no corpo do conselheiro. Uma perícia foi realizada e os familiares foram ouvidos.

Filho do conselheiro do TCE Julio Lambertson Rabello (de óculos) esteve no IML nesta segunda-feiraCarlos Moraes / Agência O Dia

O filho de Rabello esteve no Instituto Médico Legal (IML) para realizar os procedimentos para a liberação do corpo, mas não falou com a imprensa. O conselheiro será cremado às 14h30 desta terça-feira no Cemitério do Caju, na Zona Norte. O velório está previsto para começar às 11h.

Advogado formado pela PUC- Rio, Rabello foi nomeado em 1980 procurador do Ministério Público Especial junto ao TCE-RJ. Em 2005, Julio foi nomeado e empossado no cargo de Conselheiro do TCE.

Em 2014, Rabello foi acusado de lotar sua personal trainner em seu gabinete no TCE. Reportagem do DIA revelou que a professora de Educação Física recebia salário de R$ 9 mil mesmo sem comparecer ao local. Uma sindicância foi instaurada e, posteriormente, o TCE concluiu que o conselheiro não agiu de forma irregular.

TCE paga R$ 9 mil a personal de Rabello, que ganha sem ir ao tribunal

TCE entende que conselheiro não agiu de forma irregular

Júlio Rabello foi encontrado morto em casaMaíra Coelho / Agência O Dia


Últimas de Rio De Janeiro