Integrante de grupo que derrubou helicóptero da PM é preso

Caso ocorreu em 2009, no Morro dos Macacos; Rafael Teixeira foi preso por uso de documento falso e tinha três mandados de prisão expedidos

Por O Dia

Rio - Conhecido como 'Bico', Rafael Teixeira foi preso na manhã desta segunda-feira, na Estrada da Independência, no Morro do Borel, Tijuca, Zona Norte do Rio. Rafael — que era integrante do grupo que derrubou um helicóptero da Polícia Militar, em 2009, no Morro dos Macacos, em Vila Isabel — foi preso em flagrante com documento falso. 

Segundo a Polícia Civil, contra ele havia ainda mandado de prisão preventiva por tráfico e mais dois mandados de prisão decorrentes de sentença condenatória, por roubo qualificado. Ele foi conduzido à 19ª DP (Tijuca) e encaminhado posteriormente ao presídio. 

Helicóptero explodiu e dois PMs morreram

No dia 17 de outubro de 2007, traficantes obrigaram um helicóptero da Polícia Militar a realizar um pouso forçado no Morro dos Macacos. De acordo com a PM, a aeronave foi alvejada por vários tiros enquanto monitorava um protesto na favela e pegou fogo no ar.

O helicóptero explodiu ao tocar o chão, depois de o piloto ter feito o pouso forçado em um campo da Vila Olímpica do Sampaio por volta das 10h. Quatro policiais estavam na aeronave. Dois deles ficaram presos e morreram carbonizados, segundo a Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro. Outros dois sofreram ferimentos e foram encaminhados ao Hospital Federal do Andaraí.

A PM está no Morro dos Macacos, em Vila Isabel, desde o início da manhã. Conforme os policiais, traficantes de uma facção rival, do Morro São João, teriam tentado invadir a favela, o que provocou tiroteio durante a madrugada. 

Últimas de Rio De Janeiro