Policial militar é baleada no rosto em perseguição na Zona Oeste

Soldado Drielle Lasnor de Morais está internada em estado gravíssimo no Hospital Alberto Torres, em São Gonçalo. Dois homens foram presos e um conseguiu fugir

Por O Dia

Drielle foi baleada no rosto em perseguição na Estrada da Água BrancaReprodução

Rio - Uma perseguição policial em Bangu, Zona Oeste do Rio, terminou com uma soldado ferida e dois homens presos, na madrugada desta segunda-feira.

Após desconfiarem de um carro na Estrada da Água Branca, policiais do 14º BPM (Bangu) saíram em perseguição ao veículo. Homens armados efetuaram disparos contra a viatura e a soldado Drielle Lasnor de Morais foi baleada na cabeça.

O carro acabou capotando e batendo no muro de uma igreja. Três suspeitos que estavam no interior do veículo fugiram. Após buscas na região, os policiais conseguiram prender Rafael Paiva de Oliveira, de 22 anos, e Gustavo Marques Assumpção, de 26 anos. Com eles, foram apreendidas duas pistolas calibre 45, dois carregadores, um radiotransmissor, um caderno de anotações do tráfico e munições. O terceiro suspeito não foi localizado.

De acordo com o comandante do 14º BPM (Bangu), coronel Friederick Minervini, a soldado Drielle foi socorrida e encaminhada em estado grave para o Hospital Estadual Albert Schweitzer, em Realengo. Nesta manhã, ela foi transferida no helicóptero da Polícia Militar para o Hospital Alberto Torres, em São Gonçalo. O estado de saúde dela é considerado gravíssimo. Segundo informações, a bala atingiu o rosto de Drielle e ficou alojada na nuca. 

A Polícia Civil informou que Rafael e Gustavo irão responder por tentativa de homicídio, porte ilegal de arma e associação para o tráfico de drogas. O caso foi registrado na 34ª DP (Bangu).

Rafael Paiva de Oliveira (E) e Gustavo Marques Assumpção (D) foram presos por tentativa de homicídio%2C porte ilegal de arma e associação para o tráficoWhatsApp O DIA (98762-8248)
Duas pistolas calibre 45 foram apreendidasWhatsApp O DIA (98762-8248)


Últimas de Rio De Janeiro