Fuzileiro naval esfaqueado em tentativa de assalto segue internado

Alexandre Lima Ribeiro, 23 anos, foi abordado quando deixava a Feira de São Cristóvão. Seu quadro clínico é estável

Por O Dia

Rio - O fuzileiro naval Alexandre Lima Ribeiro, de 23 anos, segue internado no Hospital Naval Marcílio Dias, no Lins de Vasconcelos, na Zona Norte do Rio. Ele foi esfaqueado durante uma tentativa de assalto na última sexta-feira em uma rua de São Cristóvão, após deixar o Centro de Tradições Nordestinas. Ele passou por cirurgia e seu quadro clínico é estável. 

Ele passou por cirurgia na unidade devido à hemorragia interna provocada pelos golpes. Ele teve dois ferimentos no braço direito, um no esquerdo, um no ombro esquerdo e outro no tórax. Segundo informações, o militar da Marinha foi abordado por volta das 23h30 e teria reagido à tentativa de assalto. Os ladrões fugiram sem levar nada. Inicialmente ele foi levado para o Hospital Souza Aguiar, no Centro, sendo transferido no dia seguinte para o hospital naval.

LEIA MAIS: Militar da Marinha é a sétima vítima de ataques com facas no Rio

Alexandre Lima Ribeiro%2C 23 anos%2C foi esfaqueado em São Cristóvão, na Zona NorteCarlo Wrede / Agência O Dia

Ele foi a quarta vítima de assalto atingida com facadas somente na sexta-feira. Na Barra da Tijuca, Miguel Meirelles dos Santos, de 36 anos, levou uma facada na mão quando tentava defender Michaela Silva Freitas, de 21, que sofria uma tentativa de assalto em um ponto de ônibus. Dois adolescentes foram apreendidos, acusados de tentar roubar a jovem.

Horas antes, a turista chilena Isidora Ribas Carmona, de 32 anos, foi esfaqueada no pescoço após ser assaltada na Praça Paris, na Glória. Na madrugada de sexta, o funcionário de uma lanchonete foi ferido levemente na mão a faca por Rodrigo Feliciano Raimundo, de 28 anos, no Centro. O assaltante foi detido e, segundo a polícia, ele é um dos atiradores que mataram o cinegrafista da Band Gelson Domingos, em 2011.

LEIA TAMBÉM

Mais de 220 pessoas morreram em 2014 vítimas de armas brancas

Menor suspeito de esfaquear Jaime Gold será internado, decide Justiça

Manifestantes organizaram missa na Lagoa%2C de onde saíram em direção ao Palácio Guanabara para um ato pelo fim da violência%3B parte do grupo ainda foi para a PrefeituraFernando Souza / Agência O Dia

Crimes com arma branca se multiplicam na cidade. Há uma semana, o médico Jaime Gold foi esfaqueado a noite enquanto pedalava na Lagoa, na Zona Sul. Ele foi levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Nesta segunda-feira, um casal de chineses também foi vítima de um roubo com faca em Copacabana, na Zona Sul. Thiago Ferreira dos Santos, 29 anos, foi preso por PMs do 19º BPM (Copacabana) com a arma do crime.

Na quarta-feira passada, Lorena Tristão, de 31 anos, foi ferida com golpes de canivete nas pernas em um assalto na passagem subterrânea próxima ao shopping Fashion Mall, em São Conrado.  No dia 17, a vietnamita Tran Vu Ha, de 39 anos, foi ferida a faca no Centro.

Últimas de Rio De Janeiro