'Podia ter sido comigo', diz tio de jovem morto em tiroteio em Costa Barros

Segundo Francislander de Almeida de Jesus, Fabrício estava a caminho da escola quando foi atingido com um tiro no peito

Por O Dia

Rio - "Podia ter sido comigo ou com qualquer um, eu sempre passo por aquele local de moto", disse Francislander de Almeida de Jesus, 41 anos, tio de Fabrício Almeida da Silva, de 17 anos, morto com um tiro no peito quando, segundo o familiar, estava seguindo para a escola na Pavuna, mas cruzou no caminho com a troca de tiros entre criminosos dos morros da Pedreira e do Chapadão, em Costa Barros. Outras duas pessoas morreram e três foram baleados no tiroteio.

De acordo com Francislander, o jovem morava no Morro da Lagartixa chegou a ser socorrido na UPA da Pavuna, mas não resistiu. "Ninguém viu de onde veio o tiro. É muito triste, ninguém espera que aconteça com alguém da família. Qualquer prisão ou descoberta agora não vai trazer ele de volta", desabafou. Ele negou que o sobrinho tivesse algum envolvimento com o tráfico. Ele, que era menor de idade, estava conduzindo uma moto quando foi atingido.

O tio da do adolescente esteve nesta manhã no Instituto Médico Legal para liberar o corpo para a realização do enterro. Segundo a Polícia Civil, a Delegacia de Homicídios investiga o caso. Testemunhas estão sendo ouvidas e familiares serão chamados para prestar depoimento. 

?PM faz operação em Costa Barros após tarde de terror com três mortos

Depois da tarde de pânico, nesta segunda-feira, quando três morreram e outros três ficaram feridos quando um caminhão roubado por bandidos do Pedreira parou na divisa com o Morros do Chapadão, em Costa Barros, policiais do 41º BPM (Irajá) realizam uma operação nesta comunidade na manhã desta terça-feira.

De acordo com a PM, ainda não foi informado se há presos ou apreensões na ação. Um helicóptero dá apoio aos policiais que estão na comunidade e relatos de tiros se espalham pelas redes sociais. Não existem informações sobre feridos no tiroteio.

LEIA MAIS: Motorista de caminhão roubado foi abordado por 50 bandidos

Caminhão de bebidas sofreu sequestro-relâmpago de bandidos de facção rival a do Complexo do Chapadão. Troca de tiros na região matou e feriu inocentes Reprodução Facebook


Últimas de Rio De Janeiro