TJ determina apreensão de adolescente que confessou assalto a Jaime Gold

Decisão formaliza apreensão feita nesta quarta-feira pela polícia; Ele vai ficar em unidade do Degase até a Justiça decidir qual medida será aplicada ao menor

Por O Dia

Rio - O plantão judiciário do Tribunal de Justiça do Rio decretou, na madrugada desta quinta-feira, a apreensão do segundo adolescente envolvido no assalto que culminou na morte do médico Jaime Gold, 55 anos, na noite do último dia 19, enquanto pedalava na Lagoa Rodrigo de Freitas, Zona Sul do Rio. O menor, de 15 anos, já havia sido apreendido pela polícia nesta quarta-feira, em Vilar dos Teles, na Baixada. Ele foi levado à Divisão de Homicídios, acompanhado da mãe, e chegou a confessar sua participação no crime. 

Leia mais:

Delegado encerra investigação da morte de médico ciclista

Adolescente apreendido confessa participar de ataque a Jaime Gold

Menor confessa morte de médico e é apreendido na Baixada

A decisão da juíza Maria Izabel Pieranti formaliza a apreensão do menor por fato análogo ao crime de latrocínio (roubo seguido de morte), que já havia sido feita pela polícia nesta quarta-feira. Além disso, a magistrada destacou que o menor registra diversas passagens policiais, "não sendo um noviço no mundo dos atos infracionais".

Mãe do primeiro menor apreendido acusado do crime diz que não confiava no filho porque ele mentia muito%3A garoto teria esfaqueado médicoDaniel Castelo Branco / Agência O Dia

A juíza determinou ainda que o adolescente permaneça em cela individual de unidade do Degase até a Justiça decidir por sua internação ou não. Caso nao seja internado, o adolescente poderá cumprir medidas socioeducativas previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). 

O outro menor que havia sido identificado na semana passada segue internado em unidade do Degase. Nesta quarta-feira, ele foi ouvido pela Justiça e negou envolvimento na morte de Jaime Gold. Na audiência, o juiz também decidiu pela permanência do adolescente no Degase. No dia 17 de junho, nova audiência será realizada para ouvir testemunhas do caso. 

Últimas de Rio De Janeiro