Marcha para Jesus pode lotar o Centro no sábado

Evento, que reuniu 500 mil em 2014, inclui protesto contra a corrupção. Palco será montado na Apoteose

Por O Dia

Rio - Com o tema ‘Pela Família, pelo Brasil e contra Corrupção’, a 15ª edição da Marcha para Jesus Rio se prepara para reunir sábado, das 15h às 20h, cerca de 500 mil pessoas no Centro. O evento terá início na Central do Brasil. A marcha passará pela Avenida Presidente Vargas, onde oito trios elétricos acompanharão os fiéis durante o trajeto, até o palco montado na Praça da Apoteose. Serão dois quilômetros de percurso. Vinte e dois cantores gospel se apresentarão e quatro pastores farão pregações.

"O evento é um ato profético para abençoar toda a nação. O tema corrupção tem a ver com o que está acontecendo. Essa lama vai se arrastando pelo país e ninguém é culpado. No final das contas ninguém assume nada e o país continua com essa corrupção descabida. Lamentamos também a lentidão dos julgamentos. ”, disse o pastor Silas Malafaia, presidente do Conselho de Ministros Evangélicos do Estado do Rio de Janeiro e responsável pela realização do evento.

A Marcha para Jesus já entrou para o calendário do Rio e chega à sua 15ª edição%2C com o tema ‘Pela Família%2C pelo Brasil e contra Corrupção’Divulgação

Segundo Malafaia, outro tema, a família, tem sua importância milenar: “Não é nem questão religiosa, faz parte da história da civilização humana. Seja homem com mulher, homem com homem, mulher com mulher.” 

Segundo Malafaia, a pregação ficará a cargo de três a cinco pastores, entre eles: Marcus Gregório do Ministério Apascentar de Nova Iguaçu; Marco Antônio Peixoto, da Comunidade Evangélica Internacional da Zona Sul; e Abner Ferreira, da Assembleia de Deus de Madureira.

A cantora Jozyanne, que participa da Marcha pela décima vez, enaltece o tema desse ano. “ Nós como cristãos temos que dar o exemplo. Precisamos de pessoas sinceras, que assumam seus atos e até o que fizeram de errado.” Caravanas são esperadas para assistir artistas como Fernandinho, Eli Soares, Leonardo Gonçalves, Renascer Praise, André Valadão, Thalles Roberto, Flordelis, Nani Azevedo, Jozyanne, e grupos como Comunidade Zona Sul, Sarando a Terra Ferida, Nova Jerusalém e Gospel Night.

Transporte público é recomendado

A Prefeitura do Rio recomenda que os participantes da Marcha para Jesus utilizem o transporte público. O estacionamento de veículos na Avenida Presidente Vargas será proibido após a meia-noite de sexta-feira. Algumas ruas do Centro estarão interditadas a partir do meio-dia, como a pista lateral da Avenida Presidente Vargas no sentido Candelária e a pista Central no sentido Praça da Bandeira. Para facilitar o retorno para casa, a SuperVia disponibilizou dois trens extras, mais 4.800 lugares, da Central do Brasil para o ramal Santa Cruz.

Para quem planeja ir de metrô, a concessionária informou que vai disponibilizar trens extras antes do início e após o término do evento de acordo com a necessidade verificada na central de controle. As linhas 1 e 2 funcionam entre 5h e meia-noite aos sábados.

Às 14h, a Avenida Marquês de Sapucaí será interditada entre a Avenida Presidente Vargas e a Rua Benedito Hipólito para acomodação do público que vai participar do evento. Ônibus fretados para realizar o desembarque de passageiros que vão ao evento deverão estacionar os veículos na pista central da Avenida Presidente Vargas, sentido Praça da Bandeira, entre a Avenida Passos e a Rua Pereira Franco, a partir das 11h.

Os coletivos com destino ao evento deverão passar pela Via Binário do Porto, Rua Barão de Tefé e Rua Camerino, chegando na Presidente Vargas, pista Central, sentido Praça da Bandeira.

Últimas de Rio De Janeiro