Por tiago.frederico

Rio - Morreu na madrugada deste domingo a adolescente Camila dos Santos Silva, de 13 anos, que teve o corpo perfurado e queimado, no bairro Jardim Catarina, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio, no último dia 25. A informação foi confirmada pela direção do Hospital Estadual Alberto Torres, onde ela ficou internada por sete dias, após ter cerca de 70% da pele queimada pelo bandido. Ainda não há informações sobre o enterro da jovem.

LEIA MAIS: Suspeito de queimar menina de 13 anos em São Gonçalo é preso

Apontado pela polícia como principal suspeito de tentar matar a adolescente, Anderson Muniz de Assis, 22 anos, foi preso na última quarta-feira depois de uma operação conjunta entre as polícias Civil e Militar.

As primeiras informações davam conta que a menina teria sido estuprada e esfaqueada. Além disso, segundo a polícia, o acusado teria queimado o corpo dela. Porém, o primeiro exame realizado na vítima no Hospital Alberto Torres, no Colubandê, afastou a possibilidade de abuso sexual. Agentes da 74ª DP (Alcântara) não descartam a hipótese.

O suspeito, que é vizinho da vítima e foi capturado dentro de casa, responderá por tentativa de homicídio qualificado e roubo, já que ele levou o celular, dois tablets e R$ 100 da casa da menina. A adolescente o surpreendeu quando saía do banho e a tentou matar, temendo ser reconhecido por ela posteriormente.

Você pode gostar