Postos de gasolina no estado podem fechar por falta de licença ambiental

Estimativa da Secretaria do Ambiente indica que falta a 70% dos estabelecimentos tal permissão

Por O Dia

Rio - A maioria dos postos de combustíveis do estado — cerca de 70%, segundo estimativa da Secretaria do Ambiente — está sob ameaça de ter que interromper suas atividades até outubro. O motivo é a falta de licenças ambientais definitivas — a atividade de abastecimento gera uma série de riscos.

Na próxima quarta, entidades representativas do setor terão uma reunião com técnicos da secretaria. Vão tentar prorrogar o prazo enquanto tratam de agilizar os procedimentos para obter as licenças.

Dengue: menos e mais
O Rio Como Vamos destaca que casos de dengue na cidade caíram 9% no primeiro trimestre deste ano em comparação com o mesmo período de 2014. Mas o cenário em algumas áreas é assustador: na Rocinha, o índice subiu 1.800% (pulou de um caso para 19); na Barra da Tijuca, o aumento foi de 200%, (de 21 para 63). 

Trajeto
Estudo da Coppe/UFRJ com o Programa Pensa, da prefeitura, mostrou que os deslocamentos de passageiros no trajeto Barra-Madureira aumentaram 35% desde junho do ano passado, quando o BRT Transcarioca foi inaugurado.

Grana em marcha
A crise não prejudicou a Marcha para Jesus, ocorrida no último sábado. Organizador do evento, o Conselho de Ministros do Estado do Rio, presidido pelo pastor Silas Malafaia, recebeu R$ 2,320 milhões da prefeitura.

Sem subsídio
Eduardo Paes reclama do Aplauso do Informe ao Tribunal de Contas do Município, que quer reduzir o valor da tarifa de ônibus. Paes afirma que o TCM propõe o uso do dinheiro da educação para bancar as passagens de estudantes. Diz que é melhor fazer fábrica de escolas do que dar a grana para empresas de ônibus.

Últimas de Rio De Janeiro