Proibição de armas brancas vai entrar em votação após emendas

Aqueles flagrados portando um dos objetos estarão sujeitos a multa, que varia de R$ 2.400 a R$ 24 mil

Por O Dia

Rio - A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) vota na próxima quarta-feira o projeto de lei que proíbe o porte armas brancas, como facas e punhais, em todo o Estado. A proposta é de autoria do deputado Geraldo Pudim (PR) e chegou a ser discutida em plenário na última terça-feira, quando recebeu sete emendas e saiu de pauta. De acordo com ela, aqueles flagrados portando um desses objetos estarão sujeitos a multa, que varia de R$ 2.400 a R$ 24 mil.

"O que queremos é criar uma medida preventiva, que vai dar à polícia um instrumento para ajudar a coibir esse tipo de violência", declarou o deputado. Segundo Pudim, a Alerj não está criando um novo tipo de crime, o que seria competência da Câmara Federal.

O deputado Carlos Minc (PT) é o autor das sete emendas da proposta. "Não podemos banalizar. Uma pessoa que esteja indo fazer um churrasco, com facas dentro de uma maleta, não pode ser alvo da multa", explicou.

Em caso de aprovação, o projeto será enviado ao governador Luiz Fernando Pezão, que terá 15 dias úteis para sancionar ou vetar o texto.

Últimas de Rio De Janeiro