Protesto na Praia de Botafogo pede despoluição da Baía de Guanabara

Ambientalistas se reuniram para o ato na manhã deste sábado

Por O Dia

Rio - A pouco mais de um ano dos Jogos Olímpicos de 2016, ambientalistas notáveis e cariocas anônimos se mobilizam para pedir mais investimentos para a despoluição da Baía de Guanabara. Neste sábado, pouco mais de 30 pessoas se juntaram ao biólogo Mário Moscatelli em um ato simbólico na Enseada de Botafogo. Em mãos, um relatório feito por ele próprio dava uma espécie de raio-x das águas, a partir de um sobrevoo realizado na semana passada.

GALERIA: Ambientalistas protestam contra a poluição da Baía

O documento, que relata pontos de despejo irregular de esgoto e ocupação desordenada em encostas, foi entregue à representante da Comissão de Direto da OAB, Christianne Bernardo. Caberá ao órgão encaminhá-lo ao Ministério Público e à Secretaria Estadual de Meio Ambiente na próxima semana. A advogada prometeu empenho.

Para chamar a atenção das autoridades%2C ambientalistas fizeram um ato neste sábado na Praia de Botafogo pedindo a despoluição da Baía de GuanabaraJoão Laet / Agência O Dia

“Até a Olimpíada teremos facilidade para captar recursos. A hora é esta”, garantiu. Os presentes realizaram um ‘apitaço’ nas areias, devidamente decoradas com vasos sanitários vazios e uma longe faixa negra que remetia à poluição e ao luto pela vida marinha.

Praticantes de esportes aquáticos também se mobilizaram e, com os polegares voltados para baixo, realizaram apresentações em caiaques e stand-up paddle. “São anos e anos de descaso. Sempre temos a despoluição das águas condicionada à uma nova remessa bilionária e décadas à frente. Isto tem que acabar. Quem vai pagar pelas promessas feitas e não realizadas?”, questionava Mário Moscatelli com um megafone, de dentro da água, para delírio da massa.

Últimas de Rio De Janeiro