Jovem é atingido por estilhaços de tiro na Maré e corre risco de ficar cego

Homens do Exército e traficantes trocavam tiro no momento do incidente. Ninguém foi preso

Por O Dia

Rio - Robert Mota Juvino, de 17 anos, foi baleado na noite deste sábado, durante um tiroteio na Baixa do Sapateiro, região do Complexo da Maré. O jovem foi atingido por estilhaços no olho direito durante o confronto entre traficantes e militares, e corre risco de perder a visão. Ele está internado no Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro, e será operado nesta tarde. Segundo familiares, ele estava trabalhando próximo à casa no momento em que foi baleado.

Em nota, o Exército informou que o confronto ocorreu durante um patrulhamento de rotina por volta das 23h30, quando parte da tropa foi alvo de disparos. Os militares revidaram. Ainda na nota, o Exército diz que prestou o socorro imediato à vítima, mas os familiares não quiseram esperar a chegada da viatura para o transporte.

Familiares contestam, e dizem que quando testemunhas foram pedir esclarecimento sobre os tiros, os militares teriam corrido em direção à localidade conhecida como Praça do 18, sem prestar socorro à Robert.

Segundo o Exército, o ferimento foi provocado por tiros dos criminosos, já que o jovem estava no mesmo bar em que os militares se abrigaram do ataque. Ninguém foi preso.

Últimas de Rio De Janeiro