Por nicolas.satriano

Rio - 'Bernardo desconhece qualquer tipo de acusação'. Esta é a informação divulgada, em nota, no fim da tarde desta quarta-feira, pelo advogado Rafael Faria, que defende o jogador do Vasco. De acordo com o magistrado, o atleta não recebeu nenhuma intimação e está sendo vítima de acusações infundadas. 

Também nesta quarta-feira, os advogados de Patrícia Mello, ex-namorada do atleta, disseram em entrevista coletiva que o jogador ameaçou a mulher com uma faca após o término da relação. "Durante a briga em que ele a agrediu, Bernardo chegou a pegar uma faca e ameaçou se matar: 'Se eu sou o problema da sua vida, me mata'. Com a resposta negativa da Patrícia, então ele falou que a mataria", afirmou o advogado Rodrigo Fernandes.

Bernardo ameaçou a ex-namorada com uma faca, revela advogado

Bernardo e Patrícia Mello estavam juntos desde 2012. De acordo com os advogados da ex-namorada%2C o jogador do Vasco não tinha apresentado um comportamento agressivoReprodução Internet

Confusão com traficante e briga com torcedor pela rede social

Defendendo o Vasco desde 2011, Bernardo, de 25 anos, já viu seu nome envolvido em diversas polêmicas extra-campo. A mais famosa delas aconteceu em abril de 2013, quando o jogador teria sido torturado no interior da Vila do João, no interior do Complexo da Maré, a mando do traficante Marcelo dos Santos das Dores, o Menor P, que está preso. Na ocasião, Bernardo teria se envolvido com uma das namoradas do criminoso. Na época, o delegado José Pedro Costa da Silva, afirmou que o atleta "estava pronto para morrer".

A última polêmica envolvendo o jogador aconteceu no início da semana. Após ser criticado por torcedores do Vasco numa rede social, Bernardo se exaltou e chamou alguns deles para a briga. "Vem na mão, seu m...", escreveu o atleta, que foi afastado por tempo indeterminado pela diretoria vascaína na manhã de terça-feira.

Você pode gostar