Falsários usam nome do Procon para aplicar golpes em comerciantes

Grupos dizem ser da fiscalização do órgão e cobram dinheiro para não ir ao local

Por O Dia

Rio - O Procon Estadual registrou na polícia e alerta a população para a prática de golpes de grupos que usam o nome da autarquia para cobrar dinheiro de comerciantes. Pessoas que se passam por fiscais do órgão procuram estabelecimentos afirmando que a fiscalização vai ao local, a não ser que o comerciante pague um valor para que a operação não aconteça. A quantia pedida varia, mas, segundo relatos feitos por comerciantes, ela pode chegar a R$ 2 mil.

Segundo o Procon, os relatos das vítimas do golpe apontam que os falsários apresentam nomes diferentes para cada comerciante, mas os dados bancários para o depósito do dinheiro são os mesmos.

O Procon Estadual esclarece que não avisa com antecedência os locais que serão fiscalizados. Os donos de estabelecimentos não devem pagar qualquer quantia a quem se identificar como fiscal do Procon Estadual e chamar a polícia.

Últimas de Rio De Janeiro