Motéis e bares no clima dos namorados

Restaurante dará brinde para casais que desgrudarem do celular. Lojas esperam boas vendas

Por O Dia

Rio - Tudo começou em 27 de outubro de 2014, durante a volta para casa, em uma viagem de trem no ramal Deodoro. Danielle Sales, 29, e Bruno Vieira, 25, se perceberam na multidão. Dezenas de pessoas transitavam no entorno dos dois e mesmo assim eles continuaram se entreolhando fixamente. Diversas reprises dessa mesma situação e uma troca de telefones significam hoje oito meses de namoro. Assim como Bruno e Danielle, milhares de casais cariocas comemoram hoje o Dia dos Namorados.

Qual é o maior problema do sexo oposto? 

No Rio, a data será repleto de oportunidades que prometem divertir os casais e ajudar os lojistas. O Vip’s Motel, no Leblon, trabalha em esquema especial, com distribuição de ‘kits românticos’, com brindes de sex shop e chocolate. Reginaldo Santana, supervisor de vendas, diz que a expectativa é de casa cheia: “Esperamos que nossas 43 suítes e apartamentos lotem. Queremos que os casais saiam satisfeitos.”

Bruno e Danielle se conheceram numa viagem de trem%2C no ramal Deodoro%3A troca de olhares e de telefonesDivulgação

A diversificação na programação também chega aos restaurantes. Muitos empresários, além de reduzirem os custos, usaram a criatividade para driblar a crise e atrair mais consumidores.

O japonês Lapamaki traz um diferencial: o local quer que o casal tenha uma noite mais romântica, olho no olho. O casal que for a uma das unidades — em Ipanema, Copacabana ou Lapa —, e deixar os celulares em saquinhos lacrados entregues pelo garçom e conseguir ficar sem tocar no aparelho até o final do jantar, ganhará duas doses de saquê.

Já o restaurante mexicano Guacamole — com unidades no Jardim Botânico e na Barra —, vai apimentar a noite dos namorados, com uma equipe de animação que inclui os músicos mariachis, dupla de tequileiros e um cupido anjo, que vai dar uma forcinha para os românticos se declararem.

Um levantamento do Centro de Estudos do Clube dos Diretores Lojistas do Rio de Janeiro (CDLRio) apontou para alta procura de alguns produtos. As roupas terão o maior de número de peças vendidas, somando 30,4% do total. Os calçados podem chegar a 16,8% das vendas; e as bolsas e acessórios, a 9,6%. Chocolates e flores estão no fim da lista.

Segundo Aldo Gonçalves, presidente do CDLRio, apesar das incertezas da economia, os lojistas estão animados. “É a terceira data mais importante para o comércio, atrás apenas do Natal e do Dia das Mães, e os comerciantes estão criando uma série de estímulos e promoções, descontos. Teremos um Dia dos Namorados de boas vendas.”

Noite de fogos no céu da Barra

A Barra da Tijuca terá um Dia dos Namorados diferente e inusitado este ano. Fogos de artifício iluminam hoje o bairro em ação promovida pelo Rio Convention & Visitors Bureau (Rio CVB) e a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Estado do Rio de Janeiro (ABIH-RJ).

A ação é um teste do material que está sendo avaliado para o espetáculo pirotécnico da próxima virada de ano no local.

O espetáculo vai durar aproximadamente cinco minutos e será realizado em dois pontos do bairro: no Hotel Windsor Barra, em frente ao Posto 4 da orla da Barra, e em frente ao novo hotel Hilton Barra Rio de Janeiro, na Avenida Embaixador Abelardo Bueno. O teste será realizado às 21h.

De acordo com um levantamento da Associação Brasileira de Motéis, este ano, a movimentação financeira prevista nos motéis brasileiros é de R$42 milhões. A expectativa é que o setor cresça 20% a mais do que o ano passado.

Reportagem de Vinícius Amparo

Últimas de Rio De Janeiro