Por felipe.martins

Rio - O carnavalesco Max Lopes, de 66 anos, deu entrada, na noite desta quinta-feira, no Hospital Federal Cardoso Fontes, em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio. Segundo a assessoria de imprensa da Unidos do Viradouro, a causa da internação e o estado de saúde de Max ainda estão sendo apurados.

De acordo com a agremiação, o presidente da Viradoruo, Gusttavo Clarão, foi ao hospital buscar mais informações sobre o estado de saúde do “Mago das Cores”, "mas pelos procedimentos da unidade de saúde, qualquer dado sobre o paciente só pode ser divulgado por meio do Ministério da Saúde, responsável pelo Cardoso Fontes".

Carnavalesco Max LopesReprodução do Facebook oficial da Viradouro

Em nota, a direção da escola de samba informou que vai prestar toda assistência ao carnavalesco. "A direção da escola se coloca à disposição e oferece todo seu apoio e solidariedade ao carnavalesco, que em 2016 vai assinar o enredo 'O alabê de Jerusalém, a saga de Ogundana', pela Série A", acrescentou a agremiação, no comunicado enviado à imprensa.

Segundo o Núcleo Estadual do Ministério da Saúde no Rio de Janeiro, responsável pelos hospitais federais no estado, Max Lopes segue em observação no Hospital Federal Cardoso Fontes, mas ainda sem previsão de alta. Ele está tem o quadro de saúde estável e está lúcido. Ele também não precisará passar por nenhum procedimento cirúrgico e não precisará ser transferido para outra unidade.Ainda segundo o órgão, o carnavalesco quer ter informações referentes ao seu boletim médico preservadas e não quer receber visitas.

Você pode gostar