Jogador Diguinho é suspeito de agredir mulher em boate na Zona Oeste

Caso aconteceu uma semana após Bernardo, que também joga no Vasco da Gama, ser indiciado ser enquadrado na Lei Maria da Penha

Por O Dia

Rio - Enquanto o clube vive momentos turbulentos dentro de campo, fora das quatro linhas a situação também é agitada. O volante Diguinho está sendo acusado de agredir uma mulher, no dia 18 de maio, em boate da Zona Oeste do Rio. O caso foi parar na polícia.

Diguinho teria agredido mulher em boateAndré Mourão

Segundo depoimento na 16ª DP (Barra da Tijuca), que investiga o caso, ela teria sido agredida após derramar cerveja no atleta. Segundo a vítima, o fato não teria sido provocado de propósito. Após o incidente, de acordo com a polícia, Diguinho teria empurrado e puxado o cabelo da mulher. A vítima foi a exame de corpo de delito e o caso está sendo encaminhado para o Juizado Especial Criminal (JECRIM).

O atleta foi intimado a prestar depoimento, o que deve acontecer nos próximos dias. Uma audiência preliminar está prevista para o dia 28 de julho. Diguinho já havia se envolvido, em 2008, em uma confusão em outra boate da Zona Oeste. Na semana passada, o atacante Bernardo foi acusada pela ex-namorada de agressão e de vazar na internet um vídeo íntimo do casal. Em imagens divulgadas na rede, o jogador chegou a colocar uma faca na garganta para como forma de tentar chantagear a ex.


LEIA MAIS: Bernardo é enquadrado na Lei Maria da Penha


Últimas de Rio De Janeiro