Quadrilha que vendia cocaína misturada com vidro é presa na Baixada

O material era misturado para que a droga 'rendesse' mais, segundo informou a Polícia Civil

Por O Dia

Rio - Policiais civis da 66ª DP (Piabetá) prenderam, na madrugada desta terça-feira, seis homens acusados de traficarem drogas no bairro Maurimárcia, Piabetá, na Baixada Fluminense. Batizada de 'Boca de Vidro', a operação visava combater o tráfico de entorpecentes na região. Segundo a polícia, a cocaína vendida pelos criminosos era misturada com vidro moído. 

Identificados, os seis homens detidos são: Gilberto Coelho Eleutério de Lima, 22, Gustavo Gonçalves Gomes, 20, Éverton Eleutério França, 24, Renan Luís da Silva, 26, Rômulo Alan Alves da Costa, 20, e Lucas Gabriel Moraes Silva de Assis, 18.

Gilberto Coelho%2C 22%2C Gustavo Gonçalves%2C 20%2C Éverton Eleutério%2C 24%2C Renan Luís%2C 26%2C Rômulo Alan Alves%2C 20%2C e Lucas Gabriel%2C 18Divulgação

De acordo com informações do delegado titular da 66ª DP, Antônio Silvino, a investigação teve início há cerca de um mês, com a apreensão de uma fotografia de um dos presos, Gilberto, segurando um fuzil. A arma, no entanto, não foi encontrada pelos agentes. Quando interrogado, Gilberto disse que a fotografia foi tirada no morro da Serrinha, em Madureira, na Zona Norte do Rio, quando ele realizava tráfico de drogas naquela comunidade. O fuzil teria ficado lá. 

Com o grupo foram apreendidas duas pistolas, sendo uma de calibre 9 mm e outra de calibre 380. Além disso,  quatrocentas embalagens com cocaína e cerca de 4 kg de vidro moído, que era utilizado para misturar com a cocaína, foram apreendidas. Segundo a polícia, o vidro era misturado para que a droga 'rendesse' mais. Todos foram autuados pela prática dos crimes de tráfico e associação para fins de tráfico de drogas. 

Últimas de Rio De Janeiro