Ferramenta do Google passa a indicar rotas cicloviárias no Rio

Recurso disponibilizado pode ser usado tanto pelo desktop quanto pelo celular, através das plataformas Android ou IOS

Por O Dia

Rio - Os ciclistas do Rio de Janeiro têm agora um recurso que revela as vias destinadas ao tráfego de bikes na cidade. É que essa semana o GoogleMaps disponibilizou a possibilidade de usar a opção ‘bicicleta’ ao se traçar uma rota. Além do Rio, o recurso funciona nas cidades de São Paulo, Belo Horizonte e Curitiba.

O funcionamento é simples: ao colocar os endereços de partida e de chegada, o usuário recebe as opções de caminho, com informações, por exemplo, sobre a inclinação do terreno e duração da pedalada. Na tela, a bicicleta aparece ao lado dos ícones ‘pedestre’, ‘transporte público’ e ‘a pé’ como uma das opções de meios para ir de um ponto a outro. O recurso disponibilizado pelo GoogleMaps pode ser usado tanto pelo desktop quanto pelo celular, através das plataformas Android ou IOS.

O GoogleMaps mostra o trajeto mais adequado aos ciclistas entre os endereços informados pelo internautaReprodução Internet

Carlos Santos, presidente da Federação de Ciclistas do Estado do Rio, elogiou a iniciativa. “Qualquer ação que estimule as pessoas a andarem de bicicleta é muito bem vinda, especialmente no Rio, onde existe a maior malha cicloviária da América Latina.”

Ajustes por uma semana

O técnico em Informática Paulo Nigro, 36 anos, do grupo Bike Anjo, testou a ferramenta a pedido do DIA. Paulo fez um trajeto da Glória, na Zona Sul, até Bonsucesso, na Zona Norte. “Achei muito legal. Funcionou bem e me pareceu bem mais estável do que o Waze, que eu costumo usar. Para fazer o traçado da rota você, claro, precisa do wi-fi ou do 3G. Mas, durante o trajeto em si você pode desligar a internet, usar em modo avião porque mesmo assim você consegue ter o georreferenciamento para seguir pela rota traçada. E você pode alterar a rota, caso assim deseje. Fiz isso, também, porque a princípio ela me mandou pela Av.Brasil, que eu não aprovei. Por isso, recalculei a rota e fui pela Rua Leopoldo Bulhões, que achei melhor. Aprovei. Vou usar muito”, disse ele, que há 10 anos aposentou o carro e só anda de bicicleta.

Como ainda está no início, o GoogleMaps informou que ainda há alguns ajustes a serem feitos no sistema, que pode ficar instável em alguns momentos. Segundo a empresa, até a semana que vem, tudo estará funcionando plenamente.

Últimas de Rio De Janeiro