Primeiro prédio 100% sustentável será inaugurado em agosto na Baixada

Iniciativa é da ONG Onda Verde e patrocínio da Petrobras. Edificação será no bairro Tinguá e inauguração em agosto

Por O Dia

Rio - Nova Iguaçu vai receber seu primeiro prédio 100% sustentável. Feita de contêineres descartados pelo comércio marítimo, a construção será sede do Centro de Ecologia e Educação para Economia Criativa, cujo objetivo é capacitar jovens mulheres entre 16 e 21 anos para o mercado de trabalho. O projeto é promovido pela ONG Onda Verde e patrocinado pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental. O edifício está sendo construído no bairro de Tinguá,com inauguração prevista para o final de agosto.

O empreendimento terá 240 metros quadrados e será coberto por garrafas PET, que funcionam como isolamento térmico e acústico. O prédio utilizará energia solar e eólica, além de contar com sistema de captação de água de chuva.

A construção do prédio em Tinguá utiliza contêineres antigosDivulgação

O edifício é o terceiro baseado em tecnologia sustentável construído pela ONG. O primeiro, com paredes de isopor, é a sede provisória do curso de Economia Criativa. O segundo, feito de bambu, abriga os laboratórios do Centro de Pesquisa da Mata Atlântica.

A construção em Tinguá será aberta para visitação e contará com uma loja de produtos sustentáveis. “É interessante ver que é possível construir um prédio utilizando apenas tecnologias que não degradam o ambiente”, afirmou a coordenadora do Centro de Ecologia e Educação para Economia Criativa, Luciana Reis. Os estudantes interessados no projeto devem comparecer à sede da ONG, em Tinguá, para realizar a inscrição.

Reportagem de Clara Vieira

Últimas de Rio De Janeiro