Paulo Melo diz que não fará campanha para Eduardo Paes em 2018

A mesma restrição é válida para Pedro Paulo Carvalho, o preferido do atual prefeito para sua sucessão

Por O Dia

Rio - Eduardo Paes vai ter trabalho para unir seu partido, o PMDB. Secretário estadual de Governo e ex-presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Melo tem dito a muitas pessoas que não fará campanha para o atual prefeito caso ele seja candidato a governador em 2018. A mesma restrição é válida para Pedro Paulo Carvalho, o preferido de Paes para sua sucessão.

Melo repete que o prefeito só pensa nos próprios interesses, não exercita a gratidão e que se submete à política do medo.

Tarso contra Adilson

Ex-governador do Rio Grande do Sul, o petista Tarso Genro anda dizendo que o vice-prefeito do Rio, Adilson Pires, também do PT, não entendeu bem a conversa que tiveram. O gaúcho afirma que continua contra a aliança do partido com o PMDB em 2016.

Últimas de Rio De Janeiro