Impostor desmaia ao ser preso tentando conseguir arma em unidade da PM

Falso policial, fardado, foi reconhecido por vizinho, que é policial militar, e desfaleceu ao receber voz de prisão

Por O Dia

Rio - Uma pistola municiada e de propriedade da Polícia Militar quase foi parar nas mãos de um impostor. Vestido com fardamento completo de sargento, um homem foi preso na fila para receber a arma, nesta segunda-feira à tarde, no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cfap) da PM, em Sulacap.

O falso policial foi reconhecido por um vizinho, que é PM, e desmaiou ao receber voz de prisão. Ele foi levado desacordado para a UPA do bairro e, depois, encaminhado à 33ª DP (Realengo) onde poderá ser autuado por falsidade ideológica.

Ao ser abordado pelo setor de Inteligência (P2) do Cfap, que foi acionado para averiguar o caso, o falso sargento ainda afirmou estar de serviço e, questionado sobre documentação, argumentou que era “quase policial, só faltava fazer a prova para passar no concurso”.

O suspeito seria morador de Curicica e já teria sido abordado por uma equipe do 18º BPM (Jacarepaguá) em uma blitz no bairro do Anil, segundo um outro policial que também o reconheceu.

Em nota, a Polícia Militar informou que 'um civil entrou no Cfap se passando por 3º sargento, mas que que foi logo reconhecido e preso'. O comunicado não explica a suposta falha de segurança da escola da PM.

A Polícia Civil informou que o enquadrou no crime de uso indevido do uniforme da corporação. Segundo nota da Civil, 'testemunhas estão sendo ouvidas e o caso será encaminhado ao Juizado Especial Criminal'.

Últimas de Rio De Janeiro