Polícia Civil faz operação para cumprir mandados de prisão contra traficantes

Além de ligação com o tráfico de drogas, as sete pessoas presas também participam de roubos a caixas eletrônicos

Por O Dia

Rio - Sete pessoas foram presas, na manhã desta segunda-feira, durante uma operação "Maçarico" da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF). De acordo com o delegado titular da DRF, Márcio Braga, entre os presos está o maior fornecedor de cocaína da principal facção criminosa do Estado, Rafael de Souza Santos, conhecido como Mingau. Ele chegava a movimentar R$ 1 milhão por mês, abastecendo comunidades como Amarelinho, Furquim Mendes, Dique, Kelson, Pica-Pau, Cidade Alta, Parque União e Parque das Missões.

Segundo Braga, foram sete meses de investigação sobre furtos a caixas eletrônicos e roubos a instituições financeiras, os policiais identificaram a participação de traficantes nesses crimes. Os agentes fizeram buscas em comunidades como Morro do Tuiuti, em São Cristóvão; Parque União, no Complexo da Maré; e Cinco Bocas e Pica-Pau, em Cordovil. Outros dois mandados foram cumpridos nos presídios Vicente Pirajibe e Gabriel Castilho, em Bangu.

Além de Mingau, foram presos durante a operação: Leandro Souza da Silva, vulgo "Buda", do Parque União; Thiago Gomes Fernandes dos Santos, vulgo "TH"; Thayene de Oliveira da Silva, Claudio Felipe Ferreira de Brito, vulgo "madruga"; Walmir Anderson da Silva, vulgo "motoca"; e Alexandre da Silva Wendler, vulgo Jiló ou Taxista.

Últimas de Rio De Janeiro