'Quero que ele apodreça na cadeia', diz mãe de menina violentada na Zona Norte

Motorista de transporte escolar foi preso nesta quinta-feira, no Alemão, acusado de estuprar uma garota de 5 anos

Por O Dia

Rio - A mãe da menina de 5 anos que teria sido estuprada pelo motorista de van escolar preso nesta quinta-feira clama que a Justiça seja feita. Os policiais chegaram até o acusado, que mora na Rua Canitar, no Complexo do Alemão, após a responsável pela menina registrar queixa na Delegacia Criança e Adolescente Vítima (DCAV) no dia 24 do mês passado.

Segundo a polícia%2C o motorista de van escolar%2C preso nesta quinta-feira%2C no Complexo do Alemão%2C violentava a menina de 5 anos quando ficava sozinho com a vítima em casaReprodução / TV Globo

"Eu me sinto muito culpada, porque eu acreditei muito nele, eu confiei muito nele e ele abusou da minha filha. Agora a única coisa que eu quero realmente é que ele apodreça na cadeia e que não faça novas vítimas", disse ao RJTV.

LEIA MAIS: Homem é preso acusado de estuprar menina de 5 anos

A menina, segundo a mãe, vinha apresentando um comportamento diferente ultimamente. Foi então que ela desconfiou que algo estava acontecendo. "Ela começou a ficar agitada, pedia para ir na casa da avó e chorava muito. Mas como era só ela que reclamava e não os irmãos, eu achava que era manha. Eu só espero que a minha filha tenha sido a última (vítima)", afirma.

O homem de 52 anos nega as acusações. No entanto, segundo a Polícia Civil, ele praticava os abusos quando ficava sozinho com a criança. A esposa do acusado cuidava da vítima e ele o responsável de levá-la para a escola. O motorista também está sendo investigado em outro inquérito. Ele é suspeito de molestar outras duas meninas e os agentes apuram se houve mais vítimas.

Contra ele foi cumprido um mandado de prisão preventiva, expedido pelo Juízo da 5ª Vara Criminal da Capital.

Últimas de Rio De Janeiro