Obra da sede das forças especiais da PM custará mais de R$ 350 milhões

Edital de concorrência pública foi publicado no Diário Oficial do estado nesta sexta-feira. Previsão é que fique pronto em 2 anos

Por O Dia

Rio - A construção da sede do Comando de Operações Especiais (COE) da PM, em Ramos, na Zona Norte, custará, inicialmente, mais de R$ 350 milhões aos cofres públicos. O edital que abre concorrência para as empresas interessadas em tocar o projeto foi publicado nesta sexta-feira no Diário Oficial do estado.

A sede do COE, que reúne os batalhões de Operações Especiais (Bope), de Choque (BChoque), de Ações com Cães (BAC), o Grupamento Aeromóvel (GAM) e o Centro de Instruções Especializadas (Ciesp), ficará no terreno do antigo quartel do 24º Batalhão de Infantaria Blindada (BIB) do Exército, cedido ao Governo do Estado.

O estado diz que a área é estratégica pois fica perto de vias expressas de entrada e saída da cidade, além da proximidade de favelas dos complexos da Maré, Alemão e Jacarezinho, o que acaba "contribuindo para a consolidação do processo de pacificação dessas comunidades."

Estão previstas a demolição de 50 edificações no terreno que, segundo o Governo do Estado, estão em estado de degradação, e a construção de outras 40, totalizando uma área construída de 63,3 mil metros quadrados. Toda a área tem 198 mil metros quadrados. O valor total da obra, prevista para ser executada em aproximadamente dois anos, é de R$ 353.689.740,32.

O projeto foi elaborado pela Empresa de Obras Públicas (Emop) e, segundo o governo, passou por ajustes técnicos e orçamentários do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Últimas de Rio De Janeiro