Homem é baleado durante operação da Polícia Militar na Maré

Baleado de raspão no braço, Alan Oliveira dos Santos foi levado para o Hospital de Bonsucesso liberado em seguida

Por O Dia

Rio - Mais um morador de comunidade ocupada por forças de segurança foi vítima de tiro. Na manhã de quarta-feira, um homem que vive no Complexo da Maré, na Zona Norte, foi atingido de raspão no braço durante operação da Polícia Militar na região. Alan Oliveira dos Santos, de 26 anos, foi a primeira vítima de arma de fogo na região desde que a PM substituiu as Forças Armadas na comunidade Nova Holanda, semana passada.

Policiais do Bope prenderam acusado de oferecer R%24 30 mil de subornoDivulgação

Logo nas primeiras horas do dia, centenas de policiais militares percorreram diversos pontos das comunidades do Timbau, Baixa do Sapateiro, Parque União e Nova Holanda. Durante confrontos com traficantes, o morador acabou sendo baleado na Nova Holanda. A vítima foi encaminhada para o Hospital Federal de Bonsucesso e, segundo a unidade, liberado após ser medicado.

Além da apreensão de armas e drogas, suspeitos também foram detidos durante a ação do Comando de Operações Especiais (COE), entre eles, um acusado de tentar subornar homens do Batalhão de Operações Especiais (Bope). Identificado inicialmente como Riba, o suspeito foi preso. Ele teria oferecido R$ 30 mil aos policiais, após confessar que tinha envolvimento com o tráfico no Timbau.

No Parque União, policiais também localizaram R$ 10 mil. Ao todo, quatro suspeitos foram presos e um menor, apreendido. Pistolas, munição e drogas também foram levados para a 21ª DP (Bonsucesso), onde o caso foi registrado.Por conta da ação da PM, 3.548 alunos da rede municipal de ensino ficaram sem aulas. De acordo com a 4ª Coordenadoria Regional de Educação, quatro escolas, duas creches e dois Espaços de Desenvolvimento Infantil (EDI) ficaram sem atendimento nesta quarta-feira.

Em outras áreas pacificadas do Rio, como nos complexos do Lins e do Alemão, a noite de terça-feira também foi marcada por intensos tiroteios. No Lins, um homem foi preso após perseguição na comunidade Morro da Cotia. O confronto foi relatado por moradores do Grande Méier nas redes sociais: “Muitos tiros no Lins e muita polícia passando em alta velocidade. Confronto pesado na UPP.”

O suspeito foi levado para a 25ª DP (Engenho Novo). No Complexo do Alemão, PMs da UPP trocaram tiros com criminosos no Largo do Bulufa, na localidade da Grota, por volta das 20h. Os policiais estavam em patrulhamento quando se depararam com os suspeitos. Ninguém foi preso.

Últimas de Rio De Janeiro