Prefeitura decide não reajustar valores de contratos

Paes está controlando pessoalmente a renovação de alguns dos contratos, diz Pedro Paulo

Por O Dia

Rio - Por conta da crise econômica, a Prefeitura do Rio decidiu não reajustar os valores de contratos. Ou seja: nada de aplicar índices que medem a inflação para aumentar os preços de bens e serviços.

“Ou renovamos com o mesmo valor do ano passado ou diminuímos os gastos. Aumentos, nem pensar”, afirma o secretário de Coordenação de Governo, Pedro Paulo Carvalho. Segundo ele, o ajuste se estende a obras que estão sendo tocadas pela prefeitura. Ele diz que Eduardo Paes está controlando pessoalmente a renovação de alguns dos contratos.

Yabás na fila

Realizada com patrocínio da prefeitura, a Feira das Yabás é uma das vítimas do aperto. A edição de junho foi desmarcada e a deste mês não deverá ocorrer. De acordo com Pedro Paulo, o contrato será renovado dentro das novas metas.

Pesos diferentes

Paes vetou projeto de Cesar Maia que dava o nome do ex-governador Marcello Alencar a um túnel: alegou que a escolha cabe à prefeitura. Mas sancionou projeto de outro vereador que batiza praça em Ricardo de Albuquerque.

Trânsito sem violência

O Diário Oficial traz hoje decreto de Pezão que cria o programa Rio Contra a Violência no Trânsito.

Bombeiros armados

Quem conhece o governo diz que a permissão para que bombeiros tivessem seis armas era para facilitar o ‘bico’, a prestação de serviços de segurança. Empresas do setor pertenceriam a oficiais da corporação.

Guarda compartilhada

Aprovado pela Câmara dos Deputados, projeto de Leonardo Picciani determina mudança na escolha de curadores de filhos maiores de idade que tenham deficiência grave. Será priorizada a divisão dos cuidados entre os pais. A proposta irá para o Senado.

Últimas de Rio De Janeiro