Procon abre processo investigativo contra a Cedae

Empresa terá que explicar como conseguiu aumentar em 50% a quantidade de coliformes fecais na água fornecida aos consumidores

Por O Dia

Rio - O Procon Estadual abriu um processo de investigação contra a Cedae. A empresa terá que explicar como conseguiu aumentar em 50% a quantidade de coliformes fecais na água fornecida aos consumidores. 

O fornecimento de água contaminada interfere diretamente na qualidade de vida dos usuários sendo vetor de propagação de diversas doenças como hepatite tipo A, gastroenterite, poliomielite e diarréia.

O processo foi aberto no dia 16 deste mês. A Cedae tem 15 dias para se justificar, ou seja, o prazo vence na primeira semana de agosto. Caso a empresa não cumpra esse prazo poderá ser multada. A investigação tem o objetivo de apurar se há e qual é a responsabilidade da Cedae nessa denúncia. 

Cedae está sendo investigada em processo aberto pelo Procon Estadual Divulgação




Últimas de Rio De Janeiro