Permissão de van onde passageiro foi agredido pelo cobrador pode ser cassada

Vídeo onde a vítima, que tem problemas mentais, aparece sendo agredida rodou as redes sociais

Por O Dia

Rio - A van onde um passageiro com problemas mentais foi agredido na Zona Oeste pode ter sua permissão para realizar transportes cassada. Na segunda-feira, a Coordenadoria Especial de Transportes Complementar (CETC), da Prefeitura do Rio, solicitou à Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) que Alisson Marcelo Silva dos Santos, proprietário do veículo, seja proibido de continuar exercendo a função. A van integra o Transporte Especial Complementar (TEC) e faz a linha Campo Grande/Santa Cruz. Nas imagens, o cobrador aparece dando vários golpes na vítima, que não tinha o dinheiro da passagem.

A CETC chegou até o permissionário da van após receber informações da 36ªDP (Santa Cruz), responsável pela investigação do caso. O motorista auxiliar da veículo, Fábio Luis de Aguiar, que no dia do fato era o condutor do van, também terá sua sua cassação pedida.

VEJA MAIS

Cobrador de van agride passageiro

Polícia identifica menor como agressor de passageiro em van

Passageiro agredido em van sofre de esquizofrenia, conta irmã

OAB reage contra espancamento de deficiente em van

Nas imagens que chocaram as redes sociais, o cobrador, usando camiseta, bermuda e chinelos, chega perto do passageiro e começa a exigir o dinheiro da viagem. A vítima não consegue nem responder e logo é atingida com tapas no rosto, socos, pontapés, chineladas e até por um pedaço de mangueira. Na delegacia, a mãe confirmou que seu filho é o autor das agressões.

Ao ver que o rapaz estava passando do limite, o motorista do veículo que filmava a ação, pede para o companheiro parar: “Tá bom. Para. Já deu”, fala o condutor, sem impedir a agressão.

Últimas de Rio De Janeiro