Polícia está atrás de 'viúvo-negro', suspeito de atrair e matar mulheres

João dos Anjos Correa, 49, que está foragido, é o principal suspeito da morte de Soani da Silva Martins, de 52 anos

Por O Dia

Foragido%2C João dos Anjos Correa%2C 49%2C é o principal suspeito pela morte de uma mulherDivulgação

Rio - Solteiro, educado e trabalhador a primeira vista. Mas por trás da aparência calma se esconde uma espécie de 'viúvo-negro', acusado de enganar mulheres com as quais se relaciona e capaz até de matar suas namoradas. Para Soani da Silva Martins, 52, o engano foi fatal. João dos Anjos Correa, 49, que está foragido, é o principal suspeito pela morte da vítima, assassinada a pancadas na cabeça em outubro do ano passado em sua própria casa, no Parque Iriri, em Magé, Baixada Fluminense.

Para agentes da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), que investigam o caso e conseguiram o mandado de prisão temporária contra o suspeito, o enredo é o mesmo de outros crimes dos quais João é acusado: a vítima teve diversos pertences roubados após três meses de namoro.

“Minha esposa disse para ela que era perigoso colocá-lo dentro de casa. Mas ela disse que ele era muito bonzinho. Deu no que deu. Depois ficamos sabendo que ele sempre faz isso e já tinha enganado outras mulheres. Uma chegou a levar uma martelada e teve R$ 5 mil roubados”, disse o filho de Saoni, Marcus Vinícius, 30.

O corpo da vítima só foi encontrado no dia 18 de outubro, com marcas na cabeça. Parentes acreditam que ela foi morta no fim de semana anterior. Após revirar a casa, segundo a polícia, João teria fugido com uma bicicleta, relógios, dinheiro e uma máquina fotográfica.

Ele ainda teria sido visto com a bicicleta em pontos de Magé e de Manilha antes de desaparecer.

“Como filho, queria que ele sofresse o mesmo. Mas por minha religião, quero apenas justiça. Ele tinha dívidas com a minha mãe, já que ela comprava coisas pra ele no cartão com a promessa de que iria pagar”, completou Marcus.

Últimas de Rio De Janeiro