Plano contra acidentes de motos

Proposta federal é de plano de ação nacional para o enfrentamento das mortes em decorrência da violência

Por O Dia

Rio - O governo federal apresentou durante a reunião com governadores na última quinta-feira proposta de plano de ação nacional para o enfrentamento das mortes em decorrência da violência no trânsito. A ideia é que os estados tenham maior participação nas ações para reduzir a violência, com auxílio de sete ministérios.

Uma das principais preocupações são os acidentes por motos. Os gastos do SUS para atender sequelas de acidentes de motos também foram de R$ 112,9 milhões. De acordo com os dados do Sistema de Informações de Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde, 42,2 mil pessoas morreram no Brasil por conta de acidentes de trânsito em 2013, sendo 12.040 envolvendo motocicletas.

Ontem no Rio, um motociclista morreu após se envolver em um acidente com uma carreta na Avenida Brasil, altura da Linha Amarela, em Bonsucesso, Zona Norte. De acordo com os Bombeiros, Jardel Felipe Barbosa de Macedo, de 29 anos, morreu no local. Segundo a Polícia, ao tentar passar da pista lateral para a central, o motociclista perdeu o controle do veículo, caiu e foi atropelado pelo caminhão. Um inquérito foi aberto na 21ª DP para apurar as causas do acidente.

Últimas de Rio De Janeiro