Suspeito é preso na Avenida Brasil com R$ 22 mil para o traficante Playboy

Gabriel Mariano Lopes, 26, contou que ia de São Gonçalo para o Morro da Lagartixa, na Zona Norte, para entregar quantia a Jacó, suposto braço direito do traficante mais procurado do Rio

Por O Dia

Rio - Policiais do Batalhão de Policiamento em Vias Especiais (BPVE) prenderam no Caju, na Zona Portuária, o técnico de edificação Gabriel Mariano Lopes, de 26 anos. Ele é acusado de transportar cerca de R$ 23 mil em um carro, que seriam entregues a um traficante da quadrilha de Celso Pinheiro Pimenta, 33, conhecido como Playboy, chefe do tráfico de drogas no Complexo da Pedreira, em Costa Barros. Um amigo que estava com ele no veículo foi detido, mas acabou liberado.

Policiais militares apreenderam com Gabriel Mariano Lopes%2C de 26 anos%2C cerca de R%24 22 mil que seriam entregues ao traficante Celso Pinheiro Pimenta%2C o PlayboyDivulgação

De acordo com o registro feito na 17ªDP (São Cristóvão), central de flagrantes da região, PMs do BPVE patrulhavam a pista sentido Zona Oeste da Avenida Brasil, na altura da passarela 3, no Caju, por volta das 22h, quando suspeitaram da Fiat Uno cinza, dirigida por Gabriel. Antes mesmo de iniciar uma revista no carro, ele teria revelado que transportava R$ 22.966 em espécie. O dinheiro foi encontrado acondicionado em sacos e escondido embaixo do banco traseiro.

Ainda no local, o suspeito confessou aos PMs que havia saído da Comunidade das Almas, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, com destino ao Morro da Lagartixa, no Complexo da Pedreira. A missão era levar a quantia a um traficante identificado apenas como Jacó, que seria braço direito de Playboy. Pelo serviço, ele receberia R$ 1 mil.

Suspeito foi preso na Avenida Brasil com R%24 22 mil que seria entregue ao traficante Playboy. O dinheiro estava no escondido embaixo do banco traseiroEstefan Radovicz / Agência O Dia

Segundo policiais da 17ªDP, o amigo de Gabriel teria sido convidado por ele a ir a casa de uma tia do suspeito no Rio e não sabia da missão de entrega do dinheiro ao traficante. Ele foi liberado. Os dois são moradores do bairro Amendoeira, vizinho a Comunidade das Almas. O dono da Fiat Uno foi comunicado da apreensão do veículo. Ele disse aos policiais que havia emprestado o carro a Gabriel, mas que não sabia que o veículo seria usado para a ação criminosa.

Gabriel não tinha passagem pela polícia. Ele foi autuado por associação para o tráfico de drogas.

Últimas de Rio De Janeiro