Polícia prende mulher que responde a 25 inquéritos por estelionato

Idosos eram convencidos de que teriam direito a receber atrasados de benefícios, como FGTS, e pagavam para que a quadrilha entrasse com ações juridicamente impossíveis

Por O Dia

Rio - Policiais da 5ª DP (Mem de Sá) prenderam, nesta quinta-feira, Maelida Rodrigues Martins. Ela responde a 25 inquéritos na unidade por estelionato e formação de quadrilha.

De acordo com o delegado titular da unidade, Marcus Oliveira, a criminosa aplica golpes em idosos, que eram convencidos de que teriam direito a receber atrasados de benefícios como FGTS. Ela é dona de um escritório de advocacia e a quadrilha agia captando vítimas, propondo que os lesados entrassem com as ações para receber os atrasados, que não existiam.

Ainda segundo o delegado, os criminosos exigiam valores de R$ 4 mil a R$ 15 mil para entrar com as ações na Justiça, que eram extintas no primeiro despacho, já que eram pedidos juridicamente impossíveis. Os agentes procuram Alexandre de Castro e Silva Veloso, advogado que faz parte do grupo, que está foragido.

Contra Maelida foram cumpridos três mandados de prisão por estelionato e formação de quadrilha.

Últimas de Rio De Janeiro