PM reforça policiamento devido a boatos de ataques em Volta Redonda

Áudios que circulam no WhatsApp falam de ataques em áreas movimentadas da cidade, como no Sider Shopping

Por O Dia

Rio - O  28º BPM (Volta Redonda) reforçou o policiamento na Vila Santa Cecília, maior centro comercial de Volta Redonda, no Sul Fluminense, por conta de boatos espalhados via WhatsApp, dando conta de que bandidos atacariam o Sider Shopping, o maior da região. A ação seria em retaliação à morte do traficante Celso Pinheiro Pimenta, o Playboy, no sábado.

O comandante do batalhão, tenente-coronel Luiz Cláudio Régis, negou que existam ameaças de ataques e disse que os áudios não passam de boato. Porém, Régis afirmou que o policiamento foi reforçado para tranquilizar a população. "Há 10 áudios do WhatsApp dando conta dos mais diversos ataques, até então sem base alguma. Estamos trabalhando com informações do setor de inteligência da PM e também com análise de área. Aumentamos o policiamento porque a população, os comerciantes ficam preocupados. A ação foi para que todos se sintam mais seguros".

O comandante, lembrando ainda que a facção dos criminosos que atuam no município não tem relação com Playboy: "Aqui não existe nenhum foco da facção do Playboy, nenhum vínculo". 

Apesar de o policiamento ter sido reforçado nos pontos mais movimentados do bairro, muitos consultórios médicos e dentários fecharam as portas mais cedo e desmarcaram atendimento. No shopping, o movimento também teria diminuído devido aos boatos. 

O comandante também negou que os áudios sejam em retaliação à prisão de bandidos e apreensão de drogas no bairro Santo Agostinho no domingo. "Já fizemos inúmeras ações como essa. São operações recorrentes e não há essa relação", disse. 

Últimas de Rio De Janeiro