Por felipe.martins

Rio - Uma reunião hoje entre Aécio Neves e presidentes regionais do PSDB ajudará a definir se o partido manterá a postura incendiária ou se diminuirá o tom de seus comunicados. Semana passada, deputados tucanos votaram a favor de aumentos salariais para setores do funcionalismo, e lideranças chegaram a defender a convocação de nova eleição para presidente e vice-presidente.

“Estamos entre os que querem jogar gasolina no incêndio e os que preferem jogar água”, diz um deputado federal.

‘Estelionato’

A ala ligada a Aécio sabe que a radicalização pode piorar as contas do país, mas acha ser importante mostrar o “estelionato eleitoral de Dilma.”

STF poda Rosa

Liminar concedida pelo ministro Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, impede a Câmara Municipal de realizar hoje a sessão que elegeria a vereadora Rosa Fernandes (PMDB) para o cargo de conselheira do Tribunal de Contas do Município. A ação é movida pela Associação dos Auditores dos Tribunais de Contas do Brasil — a entidade alega que a vaga que iria para Rosa deve ser ocupada por um representante do Ministério Público no TCM.

Trincheiras

Em 2016, Caxias deverá ser palco de outra divergência entre peemedebistas. Pezão quer a reeleição do prefeito Alexandre Cardoso (PSD). Presidente da Assembleia Legislativa, Jorge Picciani prefere Washington Reis (PMDB).

Roubos na Maré

O número de roubos de rua explodiu na Maré entre abril, maio e junho deste ano em comparação ao mesmo período de 2014. As notificações pularam de três para 23, aumento de 666%. Os dados, oficiais, foram analisados pelo Movimento Rio Como Vamos.

Você pode gostar