Visivelmente alterado, homem invade e destrói UPA em Angra dos Reis

Testemunhas relatam que computadores, mesas e cadeiras foram destruídas pelo invasor

Por O Dia

Parte da UPA de Angra dos Reis ficou destruída após a ataque de fúria na madrugada deste domingoDivulgação / WhatsApp do DIA (98762-8248)

Rio - Um homem em ataque de fúria, destruiu mesas, bancos, sala e balcão de atendimento, e arremessou cadeiras dentro da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Japuíba, em Angra dos Reis, no Sul do estado. Segundo testemunhas que relataram o caso, que aconteceu na madrugada deste domingo, o rapaz estaria alcoolizado e não tinha buscado atendimento médico no local. Ao entrar na UPA, ele se jogou no chão e ao levantar, disse que ia quebrar tudo.

Ele ainda derrubou macas, lixeiras e computadores. A ação foi filmada por funcionários e enfermeiros da unidade, que teriam trancado as portas para evitar uma fuga do suspeito. A cada ato de destruição, ele fazia gestos para mostrar que tinha força.

A Prefeitura de Angra dos Reis informou em nota que lamenta a invasão. “Foi invadida por um homem aparentemente bêbado ou drogado. Ele entrou e caiu no chão. A equipe foi prontamente socorrê-lo. Visivelmente alterado, ainda no chão gritou com os profissionais que lhe socorreram, e disse que iria levantar e quebrar tudo”, diz um trecho da nota.

Ainda de acordo com a prefeitura, ele estava tomado por um impulso criminoso: “Assim o fez com a recepção e consultórios da unidade, assustando a todos. Incontrolável, foi para a emergência, quando foi contido por parentes de acompanhantes da amarela e vermelha (setor). Acionada a polícia, ele foi preso”, afirma.

A prefeitura ainda negou que a UPA estivesse sem médico e informou que uma equipe de manutenção foi logo acionada após o tumulto.

Últimas de Rio De Janeiro