Alerj põe fim às ‘ligações chatas’ do telemarketing

Operadoras de telefonia se comprometeram a proteger e preservar os dados cadastrais de seus clientes

Por O Dia

Rio - A CPI da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) que investiga a prática abusiva do telemarketing ao consumidor chegou nesta terça-feira a um Termo de Autorregulação com cinco empresas de telefonia que operam no estado (Claro, Telefônica, Oi Móvel, TIM e Nextel). As operadoras se comprometeram a proteger e preservar os dados cadastrais de seus clientes, incluindo as vendas via contato telefônico ou mensagem SMS.

Para o presidente da CPI, deputado estadual Pedro Fernandes (SDD), o compromisso firmado com as operadoras é um importante passo para preservar o consumidor de chamadas e mensagens inoportunas. “ O consumidor não será mais incomodado como era antes. E o mais importante: se alguma empresa cometer uma irregularidade, vamos chegar até ela com rapidez maior. Ou seja, uma segurança maior e uma punição mais eficaz porque, de fato, chegaremos a essa empresa”, comemorou o deputado.

O diretor institucional da Claro, Fábio Andrade, disse que apoia a decisão dos deputados: “Conseguimos uniformizar as ações das empresas com esse termo de cooperação. Estão resguardados os direitos do consumidor, que será o maior beneficiado com essa nova determinação.”

Últimas de Rio De Janeiro