Polícia investiga ataque a tiros que deixou dois mortos em bar de Realengo

Crime aconteceu pouco antes das 18h e estabelecimento estava cheio. Jovem que estava no local agradeceu 'livramento'

Por O Dia

Rio - A Delegacia de Homicídios da Capital assumiu as investigações para apurar o ataque a tiros dentro de um bar em Realengo, na Zona Oeste da cidade, no fim da tarde desta terça-feira. Homens teriam chegado atirando no local e duas pessoas. Uma delas morreu no local e outra não resistiu e faleceu no hospital.

Testemunhas que presenciaram o crime, entre familiares e funcionários do bar, já foram ouvidas pela especializada. Imagens de câmera de segurança foram recolhidas para tentar identificar os autores das execuções. Nenhuma hipótese para o ataque é descartada pela investigação. 

Caio Alan de Almeida foi morto em bar em RealengoReprodução

Eram pouco antes das 18h e o bar, localizado na Avenida Santa Cruz, estava com bastante movimento. Os criminosos realizaram vários disparos, provocando pânico e correria no local. Caio Alan de Almeida, de 23 anos, foi uma das vítimas. Ele chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas veio a óbito no Hospital Estadual Albert Schweitzer, no mesmo bairro.

Em nota, a direção do Albert Schweitzer informou que Caui deu entrada na unidade em estado gravíssimo e foi encaminhado com urgência ao centro cirúrgico, onde teve uma parada cardiorrespiratória. Foram feitas manobras de ressuscitação, mas o paciente não resistiu.

Através das redes sociais, uma pessoa que estava dentro do bar no momento do ataque contou os momentos de pânico e agradeceu de escapar com vida. "Oh meu Deus que isso, cada livramento que o senhor está me dando. Que o senhor conforte o coração da família desse rapaz, nunca pensei que veria isso cara, na hora só pensei nas minhas amigas, graças a Deus elas estão bem (sic)", disse.

Últimas de Rio De Janeiro