Rio tem dia mais quente do inverno

À noite, chegada de frente fria traz chuva e derruba temperatura

Por O Dia

Rio - Com os termômetros marcando 35,4 graus em Realengo, o Rio teve nesta quarta o dia mais quente deste inverno. Segundo o Instituto Climatempo, o forte calor é atribuído ao El Niño — fenômeno que se caracteriza pelo aquecimento das águas do Pacífico Equatorial e eleva a temperatura no continente. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), já não esquentava tanto desde o dia 20 de abril, quando a temperatura atingiu a marca de 35,4 graus. Já a mínima registrada foi de 17,6 graus no Alto da Boa Vista.

Desde quarta-feira à noite, no entanto, o calor começou a dar uma trégua. Uma frente fria chegou e acabou com a sequência de 24 dias sem chuva na cidade. Em alguns bairros da Zona Sul, como Flamengo, Urca, Botafogo, e Laranjeiras, chegou a chover granizo. Hoje, o dia deve amanhecer nublado, e há previsão de chuva fraca até a noite, segundo o Inmet. A temperatura deve ficar entre 19 e 26 graus.
Meteorologista do Climatempo, Alexandre Nascimento explica que é normal chover pouco nesta época.

“Agosto é o mês mais seco da escala anual”, disse o especialista, que ainda acrescentou que o Sudeste está sob o efeito de uma grande massa de ar seco, que impede que as frentes frias cheguem com facilidade à região. “Será a primeira frente fria que chega no mês de agosto, mas as chuvas não serão tão significativas”, pontuou.

Últimas de Rio De Janeiro