Multa para 'mijões' salta de R$ 185 para R$ 510 e pode render quase R$ 1 milhão

Quem for flagrado urinando na rua terá de desembolsar a quantia; novos valores foram sancionados pelo prefeito

Por O Dia

Rio - Quem for flagrado fazendo xixi na rua terá agora que desembolsar R$ 510, o mesmo que uma infração de trânsito gravíssima. Criada para educar muitos cariocas e turistas, a medida engorda os cofres da prefeitura. De janeiro a junho, o Erário recebeu R$ 307 mil de 1.663 mijões. A multa já tinha passado de R$ 170 para R$ 185. Com os valores sancionados nesta sexta-feira pelo prefeito Eduardo Paes, a arrecadação com a falta de educação se aproximaria da casa do milhão - exatos R$ 848 mil, ou R$ 4 mil por dia.

'Mijões'terão de pagar mais caro por sujar a cidade. Clique na imagem acima para ver o infográfico completoArte O DIA

O prefeito justifica o reajuste dizendo que pretende conter o que chama de "incômodo generalizado na cidade, principalmente em grandes eventos e aglomerações, além da necessidade de criar respostas adequadas às condutas antissociais”. Só no período do último Carnaval, o "incômodo generalizado" gerou 1264 penalidades aos porcalhões.

Com o aumento das multas e da fiscalização,a prefeitura pretende reprimir com mais rigor os sujões. A repressão, no entanto, não vem acompanhada de alternativas para a população. O projeto das Unidades Fornecedoras de Alívio (UFAs) segue a conta-gotas.

Apesar da promessa de ter 100 destes equipamentos no fim do ano passado, atualmente apenas 26 deles funcionam e a expansão ficou para ser concluída no fim de 2016. As primeiras UFAs instaladas foram rejeitadas pelos usuários por acumularem mau cheiro e prefeitura estuda melhorias.

As UFAs são populares mundo afora. Em Londres, são 800. Em Paris, há 400. "Os banheiros públicos são uma necessidade da cidade, mas precisamos da colaboração da população para que não jogue lixo", argumenta o secretário municipal de Conservação, Marcus Belchior.

Porcaria parcelada

Quanto às multas, a prefeitura pretende modernizar a cobrança até o fim deste ano. O pagamento poderá ser feito na mesma hora. Os agentes da Operação Lixo Zero vão carregar máquinas de débito e crédito para taxar os porcalhões. "Será possível parcelar a multa em três vezes", explicou o presidente da Comlurb, Luciano Moreira.

UFAs aliviam população, mas ainda há poucas na cidade

Inaugurada em 2013 na Central do Brasil, no Cento do Rio, a primeira UFA ficou com a imagem suja para população. Entupimentos por lixo faziam a urina vazar e o cheiro ficava insuportável. Atualmente, a Comlurb realiza a limpeza três vezes por dia e o serviço melhorou.

“As pessoas urinam nas paredes e jogam todo tipo de lixo. Isso entope. A população precisa colaborar para manter o local decente", comentou o artista plástico Hélio Vianna, de 32 anos e morador da Lapa.
Já o garçom José Carlos Duarte afirma que, nas manhãs de sábado e de domingo, o mau cheiro toma conta da UFA da Lapa.

"É muita gente circulando. Os bares não permitem que se use banheiro sem consumir e os postos de gasolina trancam os banheiros e os funcionários dizem que estão quebrados", reclamou José Carlos.

Últimas de Rio De Janeiro