Filho de Ivo Pitanguy deixa hospital e é transferido para complexo de Bangu

Empresário não prestou depoimento após se envolver em acidente que resultou na morte de um operário

Por O Dia

Rio - Ivo Nascimento Pitanguy, de 59 anos, filho do cirurgião Ivo Pitanguy, teve alta do Hospital Municipal Miguel Couto, na Zona Sul do Rio, neste domingo. No início da tarde, o empresário esteve na 14ª DP (Leblon), mas não prestou depoimento. Sob custódia da polícia, Ivinho foi levado para o complexo penitenciário de Bangu, na Zona Oeste do Rio.

O cirurgião plástico Ivo Pitanguy comentou o acidente envolvendo o filho%3A 'Tudo me chocou muito'Reprodução Facebook

Na madrugada de sábado, a defesa de Ivo Nascimento Pitanguy protocolou um pedido de liberdade provisória ao juiz de plantão judiciário no Tribunal de Justiça do Rio. O pedido, porém, foi negado em 1ª instância.

Em entrevista a Lu Lacerda, do IG, o cirurgião Ivo Pitanguy lamentou o acidente envolvendo o filho. "Estamos tentando amenizar a realidade, tudo me chocou muito, pelo infortúnio. Para superar o que houve, só o tempo, por ambos os lados.” E completou: “Numa situação dessas, todo mundo sofre”

Prisão

Ivo foi preso em flagrante por homicídio culposo e embriaguez ao volante, no final da manhã desta sexta-feira. Ele dirigia um carro que subiu a calçada, atingiu um poste e o operário José Fernando. A prisão do filho do cirurgião plástico foi feita no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, onde ele estava internado em observação.

Empresário acumula mais de 240 pontos na carteira

Ivo Nascimento de Campos Pitanguy recebeu 70 multas nos últimos cinco anos. Desse total, 14 foram por dirigir embriagado. Com esse número, ele deveria ter tido o documento apreendido: com 20 pontos na carteira, o motorista já perde o direito de dirigir.

O Detran informou que vai suspender a carteira de habilitação de Ivo. Segundo o órgão, ele atingiu o limite de 20 pontos no prontuário de infrações de trânsito entre 2014 e 2015. Em um período de 12 meses, ele somou 27 pontos até o dia 21 de junho deste ano. Além disso, diante "da gravidade do acidente, será aberto também um processo administrativo para que o condutor seja submetido novamente a novo exame prático para averiguar a sua capacidade de direção de automóveis".

Últimas de Rio De Janeiro