Ex-presidente da Associação de Moradores do Macacos é preso

Marinho é acusado de contratar parentes de traficantes como 'garis fantasmas' e incitar moradores contra a UPP

Por O Dia

Rio - A Polícia Civil prendeu nesta quarta-feira o ex-presidente da Associação de Moradores do Morro dos Macacos, Mário Dos Santos Lima, o 'Marinho', 53 anos, por tráfico de drogas e associação ao tráfico.

Os policiais da 20ª DP (Vila Isabel) localizaram Mário no engenho Novo após troca de informações com os PMs da UPP dos Macacos. Contra ele, havia um mandado de prisão pelos delitos expedido pela 20ª Vara Criminal do Rio. 

Segundo a polícia, o inquérito aponta que Mário usava a associação para dar apoio aos traficantes, além de incitar moradores contra a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP). 'Marinho' também é acusado de  listar e garantir pagamentos a parentes de criminosos por meio do projeto Gari Comunitário, da Prefeitura do Rio, contratando-os como 'garis fantasmas'. 

O inquérito identificou o traficante Alessandro da Silva, conhecido como 'Da Marola', que já havia sido preso, como contratado como gari comunitário.

Durante a investigação, a Comlubr informou à Polícia Civil que Marinho e Alexandro Nunes, o Balai — irmão do traficante 'Scooby' (Leandro Nunes Botelho) — eram os responsáveis pela administração e pelas admissões no Projeto Gari Comunitário no Morro do Macacos.

Marinho possui ainda duas anotações criminais, sendo uma delas por tráfico de drogas.

Últimas de Rio De Janeiro