Detran abre processos para suspender quase oito mil pegos na Lei Seca

Há também lista de 482 pessoas que enfrentarão processo de cassação da Carteira Nacional de Habilitação

Por O Dia

Rio - O Diário Oficial publicará nesta sexta-feira a relação de 7.997 CPFs de motoristas que vão responder a processo de suspensão da Carteira Nacional de Habilitação após serem flagrados em ações da Operação Lei Seca. Além disso, na mesma edição, o Detran divulgará ainda uma relação de 482 CPFs de pessoas que enfrentarão processo de cassação da CNH.

Aqueles motoristas que tiverem a carteira suspensa vão ficar sem dirigir pelo prazo determinado pela comissão julgadora, de um a 12 meses. Eles ainda terão que fazer um curso de reciclagem para condutores infratores e uma nova prova teórica. Já os que tiverem a CNH cassada, ficarão sem a carteira e isso os impede de dirigir por dois anos. Caso queiram voltar a dirigir após esse prazo, os motoristas devem fazer todo o processo da primeira habilitação: exames médicos, psicológicos, aulas, provas teórica e prática.

Os processos são relativos às Operações Lei Seca dos últimos 12 meses. Desde o início da lei que reprime a mistura de álcool e direção, em 2009, foram instaurados 183.667 processos de suspensão e 53.946 foram apreendidas. Segundo o Detran, os dados de cassação deste período ainda estão sendo levantados.

O Detran informou que os motoristas relacionados no Diário Oficial têm direito a ampla defesa e podem recorrer na primeira instância, nas Juntas Administrativas de Recursos de Infração (JARIs) e em 2ª instância, no Conselho Estadual de Trânsito (CETRAN). A suspensão ou cassação do direito de dirigir passará a ser efetiva quando todos os prazos de recursos estiverem acabado.

VEJA LISTA DE CNH's SUSPENSAS

VEJA LISTA DE CNH's CASSADAS

Últimas de Rio De Janeiro