Baile Charme em frente aos prédios do Tribunal da Justiça reúne multidão

TJRJ foi democrático e, além de unir o público em clima pacífico, serviu para mostrar que a Justiça pode e deve sempre buscar o diálogo com a sociedade

Por bianca.lobianco

Rio - O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) promoveu, neste sábado, uma festa popular aberta a pessoas de todas as classes sociais e idades. O baile “A Justiça é o Charme” aconteceu na Avenida Erasmo Braga, no Centro, no complexo de prédios do Tribunal, conhecido como Cidade da Justiça.

Segundo os organizadores do evento, aproximadamente mil pessoas, de diversos pontos do Rio, foram à festa para curtir ou aprender um pouco mais sobre o estilo Black Music (música negra). Para a realização da festa, o Tribunal de Justiça teve a parceria da Prefeitura do Rio.

Baile Charme em frente aos prédios do Tribunal da Justiça reúne mais de mil pessoasDivulgação

Para o professor e historiador Joel Rufino dos Santos, diretor-geral de Comunicação e de Difusão do Conhecimento do TJ e também um dos idealizadores do evento, é  importante que o Tribunal ganhe cada vez mais a confiança das pessoas. 

“O baile charme é um processo cultural autônomo do Rio e não é possível não abrigarmos essa cultura. É preciso fazer o negro entrar no Tribunal como criador de belezas, como artista, e não como réu”, falou Rufino.

Quem concorda com o professor Joel Rufino é o advogado José Guilherme Costa. Acostumado a entrar no Fórum de maneira bem mais “comportada”, ele também acredita que as pessoas podem mudar a forma de olhar para a justiça, e que o baile é uma forma de aproximação das partes. “O jurisdicionado é o povo. Quanto mais todos se aproximarem, melhor”, diz.

Várias pessoas dançaram ao som da black music em frente aos prédios do Tribunal da JustiçaDivulgação




Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia